BLOG
?
?
Salto alto e qualidade de vida
O uso diário de sapatos com saltos acima de cinco centímetros é prejudicial às articulações, músculos e tendões dos joelhos, pernas e pés. Esse hábito pode comprometer também a coluna e consequentemente a postura. A posição não natural em que os pés ficam durante o uso desses calçados traz outros problemas para o corpo como a metatarsalgia, que são dores constantes na parte frontal dos pés. Ainda pode levar ao encurtamento de grupos musculares e tendíneos da parte posterior das pernas acarretando na redução da flexibilidade dos membros inferiores e em grande desconforto ao usar sapatos sem salto ou mesmo andar com os pés descalços. Para manter o bem-estar e uma boa qualidade de vida, recomenda-se para quem usa salto alto no cotidiano sessões diárias de exercícios de alongamento das pernas, panturrilhas e plantas dos pés. Repensar a necessidade de usar sapatos de salto todos os dias também é uma dica valiosa para evitar futuros problemas ortopédicos. Mas, para aquelas que não querem descer do salto, existe a possibilidade de diminuí-los na Hora Certa Sapataria, sem fazer o calçado perder seu charme. Aqui fazemos o possível para você ter mais conforto e comodidade. Lembre-se: Quando o assunto é salto alto, o segredo é o equilíbrio.
5 Dicas para aumentar a durabilidade das suas peças de couro.
O couro é algo que nunca sai de moda. É cada vez mais utilizado em peças, seja bolsas, carteiras, sapatos, jaquetas, calças, saias, sempre lançando novas tendências, por isso é muito importante saber como conservá-las para prolongar sua vida útil. A umidade e os ambientes escuros são propícios para formação de fungos e isso se agrava no caso do couro, por ser pele animal. Separamos algumas dicas para ajudar na conservação da sua peça: 1 - Para limpeza, um pano úmido e limpo é mais do que suficiente. Depois deixe a peça arejar um pouco na sombra. Nunca guarde sua peça úmida (suor) ou molhada (após uma chuva). Procure não lavar a peça, e caso precisar muito, procure uma lavanderia especializada; eles são capazes de lavar, higienizar, hidratar e reavivar a cor original de uma peça de couro; 2 - Evite dobrar suas peças de couro. Os vincos podem ser difíceis de sair depois. Guarde duas peças esticadas em cabides; 3 - Nada de sacos plásticos para guardar suas peças de couro. O plástico evita que a roupa respire, e em dias de muito calor, ela pode transpirar, acumulando umidade, o que contribui para a formação de fungos. Dê preferencia para sacos de TNT; 4 - De nenhuma maneira coloque a peça na secadora ou passe com ferro: o couro deforma com excesso de calor, assim como não areje sua peça no sol, sempre na sombra; 5 - Ao menos duas a três vezes por ano tire suas peças do armário e coloque para ventilar, sem sol, sem vento. É importante ressaltar que não existe uma frequência certa para lavagem. Tudo depende da utilização. Mas fique atento ao surgimento de manchas. A sujeira quando impregna no couro pode se transformar em marcas fixas que podem acabar danificando o couro permanentemente.
Quais os benefícios da palmilha?
De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), aproximadamente 80% da população mundial sofrerá com dor nas costas em algum momento da vida. O que poucos sabem é que a relação dessa dor está diretamente ligada à maneira errônea de caminhar, que acarreta diversos problemas na coluna. Os pés são os responsáveis por estabelecerem o ângulo das pernas ao caminhar, e para manter o equilíbrio corporal o tronco automaticamente irá se contrapor a esse ângulo. As palmilhas tradicionais não possuem nenhuma padronização, tampouco estão destinadas à correção de alguma anomalia. Elas modificam e deformam a anatomia natural dos pés, desalinhando o eixo natural do corpo, o que tem gerado diversos problemas posturais. Diante de tal situação, muitos fisioterapeutas e ortopedistas têm aconselhado a utilização das palmilhas ortopédicas. As palmilhas ortopédicas proporcionam uma redistribuição das compressões plantares nos pés, se adaptam a qualquer tipo de calçado e são extremamente indicadas para dores nos pés, dores na planta dos pés, desníveis da coluna, esporão de calcâneo, neuroma de morton, fascite plantar, tendinites, diferença de membros, dores no tornozelo, joelho, quadril, coluna e metatarsalgia, entre outros. Auxiliam no conforto e na correção estrutural promovendo realinhamento das articulações. Lembrando que, é muito importante que seja feita uma avaliação por um profissional para analisar quais suas reais necessidades e indicar qual a palmilha mais adequada para o seu caso.
Chega de mofo e bolor em seus calçados
A umidade definitivamente é um dos problemas mais comuns no dia a dia dos lares. Surge tanto no verão, em épocas chuvosas, quanto no inverno, quando mantemos nossas casas mais fechadas por conta das baixas temperaturas. Com ela, aumenta o aparecimento de mofo e bolor nos mais diversos locais da sua casa, seja em móveis, armários, paredes, entre outros. Além da aparência desagradável, o mofo e o bolor vêm acompanhado de odor forte e prejudicial a pessoas alérgicas, asmáticas, fora os danos que podem causar em suas roupas, sapatos e bolsas. Os sapatos são peças chaves nos armários e os queridinhos entre muitas mulheres, mas são os alvos mais fáceis do mofo e do bolor, uma vez que têm mais contato com bactérias e fungos através do solo, acabam se tornando potenciais culturas de fungos e bactérias. O que você tem feito para prolongar a durabilidade dos seus sapatos? Não entre em desespero ainda! Temos algumas dicas para você evitar esse desconforto do mofo e do bolor e garantir a durabilidade deles: 1 - Limpe sempre seus sapatos antes de guardá-los; 2 - Não lave seus calçados com muita frequência pois o excesso de umidade contribui para a formação do mofo; 3 - Se for demorar para utilizar novamente um determinado par de sapatos, enrole ele em folhas de jornal para protegê-lo da umidade; 4 - Procure deixar as portas do local onde guarda seus calçados aberta pelo menos 20 minutos ao dia, a ventilação é fundamental no combate da proliferação de fungos e bactérias; 5 - Procure alternar seus calçados e evite utilizar o mesmo sapato por dias seguidos. Ele precisa arejar para secar após um dia inteiro de uso; 6 - Sol e ventilação são muito importantes no combate de fungos. Procure, de vez em quando, retirar seus calçados do armário e coloca-los ao sol por alguns minutos, assim como após utilizá-los colocar em locais ventilados ao menos uma hora para que se livrem um pouco da umidade antes de guarda-los. Uma vez ao mês é importante que se faça a limpeza no local onde se armazena os sapatos, indicamos as misturas água+água sanitária ou água+vinagre branco, que são muito eficazes no combate e na prevenção de mofo e bolor. Nunca é tarde para começar a cuidar daquilo que amamos, afinal a felicidade é um coração cheio de amor, e um armário lotado de sapatos!
Dicas para conservar o seu tênis branco
O tênis branco é o calçado must-have da estação. Nos pés das principais tops, blogueiras e famosas, ele dá um toque de conforto e muito estilo a qualquer look, seja calça e camiseta ou um vestido mais casual. Mas na hora de comprar o modelo da vez, sempre bate a dúvida: como mantê-lo impecável por um longo tempo? Seja de couro ou de tecido, siga as nossas dicas e faça o seu sneaker durar. Cuide dele Acabou de comprá-lo? Portanto, assim que tirá-lo da caixa, faça um pré-tratamento: cubra-o com uma camada de spray impermeabilizante. Isso evitará que ele fique manchado caso entre em contato com qualquer tipo de líquido. Faça a sua manutenção Repita o uso do produto uma vez a cada duas semanas. O sapato fica pronto para uso 12 horas após a aplicação. Limpe-o Lembre-se de limpá-lo sempre que notar alguma sujeira. Caso contrário, as manchas penetrarão na textura dele e será muito mais difícil retirá-las. Além disso, lave com frequência as solas e os cadarços do mesmo. Utilize remédios caseiros Existem muitos itens especiais para a remoção de manchas. Porém, é possível dar fim a elas com uma simples escova de dentes velha e sabão para roupa. Basta esfregar o seu par com cuidado e enxaguá-lo com água corrente. Não o leve à máquina de lavar O movimento brusco e constante do eletrodoméstico e as altas temperaturas das secadoras desgastam o tecido e reduzem a vida útil do seu novo acessório. Além disso, a cada lavada o tom claro desaparece e dá lugar a uma coloração amarela. Evite deixá-lo embaixo do sol A sola de borracha tende a amarelar quando exposta por muito tempo a claridade do dia, portanto tente se esquivar de tal situação.
Bordado eletrônico
O bordado eletrônico é uma forma de personalizar uniformes. O processo em questão proporciona um visual mais sofisticado e elegante, o que destaca determinadas empresas pela aparência de seus funcionários e transmite uma imagem de seriedade aos clientes. Para obtê-lo, é necessário desenvolver um programa de recamo em cima do logotipo da empresa. Sendo que, na criação do mesmo, é levado em consideração: - O tipo do tecido; - A densidade dos pontos; - Outros fatores que influenciam no resultado final. A Sapataria Hora Certa oferta esse tipo de serviço e demonstra compromisso na hora de atender o exigente padrão daqueles que compreendem que cada peça possui uma identidade.
Como limpar sapatos de camurça?
Já dizia o rei do rock´n roll chamado Elvis Presley: “Não chegue nem perto dos meus sapatos de camurça!” De lá para cá, pouca coisa mudou em relação à delicadeza desse material: manchas, arranhões e sujeira ficam evidentes. Mas todos concordam sobre o conforto dos mesmos, principalmente no inverno. Se o seu par já não está novinho em folha, confira as dicas a seguir para limpá-lo e mantê-lo bem conservado. Uma escovada faz bastante diferença Uma escovinha para sapatos de camurça custa em torno de R$ 5,00 em sapatarias ou lojas de calçados. Caso o calçado venha com um livreto de instruções de limpeza e conservação, procure seguir as dicas do fabricante. Pares com esse tecido são muito sensíveis à água, então é indicado que remova a sujeira quando estiverem secos. Escove delicadamente para tirar o pó e a sujeira seca Procure evitar o movimento de vai-e-vem com a escova. Os seus sapatos de camurça já vão parecer mais novos sem o pó e a sujeira acumulados. Escove com vontade para remover arranhões Quando os sapatos de camurça sofrem um arranhão, o tecido é forçado e empurrado para baixo. Quando isso ocorrer, traga-o de volta à posição original, usando uma escova própria para calçados do tipo e esfregando para a frente e para trás. Para aquelas arranhaduras que não saem, experimente raspar delicadamente a região afetada com uma faca para levantar as fibras do material. Use uma borracha para manchas mais difíceis Para manchas, é sugerido que esfregue uma borracha escolar ou uma feita especialmente para sapatos de camurça. Pressione-a com cuidado sobre a área afetada do calçado e aumente a força conforme as marcas mais difíceis exigirem. Proteja a camurça Passe um spray protetor para nobuk e camurça que custa em torno de R$ 20,00, nunca esquecendo de aplicá-lo uniformemente nos sapatos limpos antes de sair com eles pela primeira vez.
Como conservar sapatos de couro?
Todos nós sabemos que os sapatos de couro, em geral, têm maior durabilidade e proporcionam mais conforto aos pés. Contudo, até esse tipo de material sofre com a ação do tempo, precisando de cuidados especiais na hora de usar, limpar e guardar. Para zelar e ter mais carinho pelos calçados que adora, fique atento para as dicas que preparamos. Evite água a todo custo Não importa o quão estranho pareça, a água é certamente o inimigo número um dos sapatos de couro. Portanto, é altamente recomendado aplicar um repelente formado por substâncias químicas hidrofóbicas antes de usá-los. Desta forma, os mesmos não ficarão sujos ou manchados, minimizando, portanto, os danos caso se molhem. Hidrate-os Se você quer que os seus sapatos de couro pareçam novos, o zelo e a lubrificação em uma base constante é o segredo. Como a textura deles é semelhante à pele humana, os mesmos precisam de determinados tipos de cuidado ao longo do tempo. Sendo assim, é indicado que hidrate-os regularmente com um condicionador de alta qualidade e adequado para o material, pois o produto os deixará vistosos, brilhantes e muito agradáveis ao toque. Tenha cuidado ao usar graxa ou lustrador Se planeja usar graxa ou lustrador em seus sapatos de couro, então escolha uma cor que seja idêntica à do seu calçado. Caso contrário, você corre o risco de manchá-los e, consequentemente, perdê-los. Lustradores e cremes base fazem parte de uma parte essencial do processo de limpeza. Contudo, é sugerido dosá-los, visto que afetam a qualidade, a textura e o aspecto deles. Escolha o protetor certo Apesar de haver uma infinidade de produtos à prova d’água para sapatos de couro, nem todos eles atendem às necessidades e aos requisitos dos mesmos. É por isso que você deve escolher o mais adequado e ter em mente de que existe diferentes líquidos voltados para a impermeabilização com propósitos diferentes. Além disso, é interessante frisar que aqueles feitos de cera de abelha não são absorvidos por esse tipo de calçado e aderem à superfície por um longo período. Cuide dos cadarços separadamente Por último, mas não menos importante, cadarços de sapatos de couro precisam de cuidados especiais e você deve removê-los antes de usar qualquer produto, pois eles podem ser afetados. No entanto, se desgastados, é melhor substituí-los do que limpá-los.
Qual sapato usar em dias de passeio?
Confira 5 dicas para a escolha de sapatos para diferentes tipos de passeio. Em viagens de férias, há quem já tenha deixado de fazer um passeio porque não estava com o calçado adequado. Ou não o fez porque estava com os pés machucados, com bolhas, calos ou outros traumas causados pelo uso do sapato impróprio. Por isso, é preciso estar muito atento na hora de fazer as malas ou de comprar o calçado. - deve acomodar bem a planta dos pés para dar suporte adequado ao corpo; - não deve ter costuras internas salientes; - o material ideal é o natural, como couro e tecido, para que os pés transpirem e o suor seja absorvido pelo material, evitando a proliferação de fungos e bactérias, mau odor, bolhas e sensação de cansaço; - a parte da frente do sapato deve ser mais larga, para não comprimir os dedos; - é importante usar o sapato algumas vezes antes da viagem, para amaciá-lo ou mandar lacear;